Termas na Páscoa: Cecília, Liliana e os filhos José Miguel e Carolina, David Miguel e Gonçalo Pereira, todos a Fazer Termas!

TermasJovens Páscoa podem ser sinónimos de Férias em Saúde ainda mais divertidas! Quando começa a cheirar a primavera, chegam as Férias da Páscoa. A melhor altura do ano para programar a ida das suas crianças, filhos ou netos, às Termas. Pensa que elas não vão gostar? Puro engano! Nunca elas se terão divertido tanto… a tratar da saúde! Pode escrever! Experimente e verá! No segundo ano, por esta altura, já lhe estarão a perguntar: ”Mãe, quando vamos para as Termas?”. E agora pode V. perguntar: “Mas ir à Termas, com os meus filhos, porquê?”. Simples: para prevenir, controlar, tratar e mesmo curar, naturalmente, sem químicos agressivos para o organismo das crianças, sem Singulair ou antibióticos, doenças como a asma, as otites, a rinite ou mesmo a artrite idiopática juvenil… Para depois fazer umas óptimas Férias Grandes na praia, sem antibióticos e passar um inverno sem crises e idas de urgência aos hospitais.

 

Leia as histórias do Gonçalo Pereira, do David Miguel, do José Miguel, da irmã Carolina e da mãe Liliana, da Cecília e da Alice, todos a fazerem Termas este ano e confirme se temos ou não razão...​

Inês tem 12 anos, é bailarina [a mãe é professora de ballet] e Faz Termas pela primeira vez este ano. “Tenho rinite e sinusite e este inverno comecei com dores nas costas” conta-nos a Inês. “ Como os meus avós fazem Termas há 12 anos e passam tão bem, este ano vim com eles e já estou a meio dos Tratamentos…” E que tal, quisemos saber… “Olhe as dores nas costas já passaram e para já deixei de ter o nariz entupido como estava sempre. Já estou a respirar muito melhor. E até para o ballet, isso é muito importante…”. A Páscoa de 2019 marca a primeira experiência termal da Inês. E pelos primeiros resultados, já está a resultar…​

O Gonçalo Pereira com 12 anos é mais um Caso de Sucesso das Termas. Aos 2 anos, a sentença do médico otorrino: tem os adenóides muito dilatados e aos 4 terá de ser operado. Eram amigdalites todos os meses e antibióticos atrás de antibióticos. Mas tinha uma avó que fazia Termas... E a mãe decidiu levar o Gonçalo às Termas aos 4 anos, antes da consulta do Otorrino que sentenciaria a operação aos adenóides. Após as Termas, o Gonçalo tinha melhorado e o Médico Otorrino adiou a operação. Nesse Inverno já não foram necessários os antibióticos. Durante dois anos, de 6 em 6 meses, o Gonçalo fez Termas, sempre antes da consulta com o Otorrino. As melhoras eram nítidas e a operação mais que adiada, foi anulada por decisão do Otorrino. As amigdalites (e os antibióticos) foram-se, mas os adenóides ficaram! A partir dos 6 anos o Gonçalo fez Termas uma vez por ano, nas férias da Páscoa. Não teve mais amigdalites e os adenóides continuaram a desempenhar a sua função vital. Hoje com 12 anos, o Gonçalo, inteiro e de boa saúde Faz Termas uma vez por ano, na Páscoa, numas das Termas indicadas para tratar as Vias Respiratórias, as Termas de S. Pedro do Sul. ​

O David Miguel, de Lisboa, tem 11 anos. É mais um Caso de Sucesso das Termas a tratar a Asma. Faz Termas este ano, como sempre, nas férias da Páscoa. Pelo quarto ano seguido. A mãe está super feliz com os resultados: «Este ano passou ainda melhor! Cada ano que passava já via as melhoras resultantes das Termas. Mas este ano foi espectacular: já não houve mesmo necessidade de Fazer Bombas!”. “Mais”, acrescenta a mãe do David Miguel: «Nem Bombas, nem antibióticos. Não apareceu qualquer infeção respiratória desde as Termas do ano passado e a Médica de Família decidiu mesmo retirar-lhe todos os medicamentos…» Hoje com 11 anos, o David, tem a Asma totalmente controlada, está de boa saúde e continua a Fazer Termas uma vez por ano, na Páscoa. ​

Liliana, 39 anos e os filhos José Miguel e Carolina, com 11 e 14 anos, fazem Termas, esta Páscoa, pelo 3º ano consecutivo. «Começámos há 3 anos…» conta a mãe Liliana: “ Eu para a Asma e a Rinite Alérgica, o Zé Miguel para a Asma e a Carolina para a Rinite Alérgica. E os resultados são óptimos! A Carolina deixou totalmente de fazer medicação e só faz, de vez em quando, anti-estamínicos; o Zé Miguel nunca conseguia fazer os testes aos níveis respiratórios porque se cansava e agora faz logo à primeira e com uma grande capacidade de resistência respiratória. Não tem nada a ver com há 3 anos atrás. E eu sinto-me tão bem com as Termas, que este ano, também faço, por prevenção, Tratamentos à Coluna. O que temos poupado em medicação!...». A Liliana, o José Miguel e a Carolina são exemplo de uma tendência que vai crescendo, a de toda a  a fazer Termas…​

Cecília tem 5 anos e Faz Termas na Páscoa, para Prevenção, pela primeira vez: " Durante o inverno, esteve constipada duas vezes, com muita expetoração e teve de fazer "bomba" . Por isso decidimos trazê-la, pela primeira vez, fazer Termas, por prevenção. Para a Cecília passar melhor o ano! Conhecemos bem os benefícios pelos avós dela..." explica a mãe. Ambas pertencem a uma família que Faz Termas e que conhece o Bem que as Termas fazem à Saúde... E isso explica tudo!​

Alice tem 10 anos e Faz Termas pelo 3º ano. As Termas controlaram a sinusite e acabaram com a medicação! É a própria Alice que nos conta a sua história: “ Durante a noite ressonava muito porque tinha sempre muita expetoração. O médico disse que tinha sinusite. E então tomava muitos remédios”. A avó, que faz Termas com a Alice, explica: “Estava sempre cheia de expetoração, quer no inverno, quer no verão. Eram anti-inflamatórios, anti-histamínicos a toda a hora, até que começou a vir comigo para as Termas há 3 anos. Hoje não ressona, não tem expetoração nem sinusite e a medicação acabou, tanto no verão como no inverno..." A Alice diz que "os Tratamentos são um bocadinho cansativos, mas vale a pena porque agora respiro bem..."​